<$BlogRSDUrl$>

O Blog mais colorido da Web. Blog de Vítor Sousa e António Carvalhais. Envie-nos as suas mensagens para tinteiro@aeiou.pt.

sábado, fevereiro 28, 2004

A noite morre 


A noite morre
aos poucos
no café das conversas
um aquecedor protege-me do frio
e os homens que bebem
pedem rissóis
ao som de música minimal repetitiva

a noite morre
à minha mesa
enquanto o estalajadeiro conta os trocos
que caem da máquina do tabaco
que o governo quer abolir

a noite morre
mas ainda há gente a rir
gente que se cruza e encontra e desencontra
pelas razões mais disparatadas
e há freaks a entoar cânticos futebolísticos
Ah! E depois sou eu que sou esquizofrénico
sou eu o doido
fechado no meu manicómio
no meu condomínio fechado

e a noite morre na cidade.

A. Pedro Ribeiro, Vila do Conde, Lisboa, Paris, 14. Fev. 2004
Comments: Enviar um comentário

This page is powered by Blogger. Isn't yours?